Sem contrato de limpeza, diretoria de escola estadual lava vaso sanitário em SP

Ao menos 40 escolas estaduais das zonas norte e leste de São Paulo estão sem serviços de limpeza profissional há duas semanas depois que a empresa responsável fechou as portas abruptamente, deixando os trabalhadores sem receber salários e benefícios. O governo do estado ainda procura a prestadora de serviços, cujo desaparecimento afeta centenas -talvez milhares-  de alunos.
Leia mais (03/27/2019 – 12h00)