‘Falo de sentimentos levados ao extremo’, diz diretor de ‘Gomorra’ e ‘Dogman’

Matteo Garrone é um sujeito simpático, com um sorriso imenso. Sua aparência física em nada sugere a de um diretor de filmes violentos como “Gomorra” (2008), que lhe deu projeção internacional, ou o novo “Dogman”, que estreia nesta quinta (20) no Brasil.
Leia mais (02/20/2019 – 12h00)