De protagonista, “novo” passa a espectador da disputa eleitoral

Com o desenho da corrida eleitoral de 2018 consolidado, é inescapável um rápido olhar para trás. Há um ano, a discussão no mundo político era sobre quem ocuparia o espaço do ?novo? no pleito e tiraria, tão somente por essa virtude, o país do lodaçal entrópico em que está atolado.
Leia mais (08/08/2018 – 07h00)