Battisti admite pela 1ª vez atuação em assassinatos; Bolsonaro ataca esquerda

O terrorista italiano Cesare Battisti, 64, extraditado à Itália em janeiro, admitiu em um depoimento à Justiça italiana que foi responsável pelo assassinato de quatro pessoas na década de 1970 -quando militava no grupo Proletários Armados pelo Comunismo. 
Leia mais (03/25/2019 – 11h54)