A década de 1920 foi aquela em que a literatura brincou e pensou o Carnaval

Há cem anos, em 1919, Manuel Bandeira lançou seu segundo livro, “Carnaval”. Poemas como “Pierrot Místico” e “O Descante de Arlequim” indicam, já pelo título, que ainda havia muitas feições simbolistas no poeta que logo se tornaria expoente do modernismo.
Leia mais (03/05/2019 – 02h00)