STJ mantém prisão de pastores acusados de estelionato e lavagem de dinheiro

Os pastores evangélicos Alencar Santos Buriti e Osorio José Lopes Junior, acusados de estelionato e lavagem de dinheiro na cidade de Goianésia (GO), tiveram pedido de liberdade indeferido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). A decisão é do vice-presidente do tribunal, ministro Humberto Martins, no exercício da presidência. Segundo o Ministério Público de Goiás, os […] … Leia post completo no blog
Leia mais (07/23/2018 – 10h16)