Sem vice e sem alianças, Bolsonaro agora precisa debelar crise na cúpula do PSL

Alto risco de bala perdida Sem vice e com dificuldade de fechar alianças, Jair Bolsonaro ainda será obrigado a debelar uma crise na cúpula de seu partido, o PSL. Ele se incorporou à sigla em março, levando alguns nomes de confiança. Agora, um de seus principais assessores, Gustavo Bebianno, está em franco conflito com outros […] … Leia post completo no blog
Leia mais (07/26/2018 – 02h00)