Perícia em aparelhos de suspeito de hackear Lava Jato mira operações com bitcoin

Análise dos relatórios de perícia em computadores e celulares apreendidos com os quatro suspeitos de hackear o Telegram de autoridades revela que a Polícia Federal busca operações deles com bitcoins (uma moeda virtual), mas não encontrou, até o momento, ligação entre transações financeiras e o vazamento de mensagens.
Leia mais (09/04/2019 – 12h00)