Olhar a Globeleza só pelo corpo é uma forma pobre e triste de vê-la, diz atual dona do posto

A dançarina Erika Moura, 26, é o rosto (e o corpo) da Rede Globo no Carnaval há cinco anos. Fã declarada das vinhetas desde o reinado do corpo pintado de Valéria Valenssa, nos anos 1990, ela defende que a Globeleza representa a diversidade e a alegria do Carnaval e não deve ser vista como um símbolo sexual.
Leia mais (02/26/2019 – 11h00)