Ferido por crise, Bolsonaro precisa remar muito para aprovar reforma

O governo Bolsonaro caminha para completar dois meses ferido pela crise do laranjal do PSL, que derrubou Gustavo Bebianno e ameaça degolar o ministro do Turismo, e sob o alerta da fragilidade na articulação com o Congresso.
Leia mais (02/25/2019 – 02h00)