Dia da Mulher pelo mundo tem greve, atos por igualdade e confronto com polícia

Centenas de milhares de mulheres caminharam em Buenos Aires da praça do Congresso até a praça de Maio, diante da Casa Rosada (sede do governo argentino), ao som do grito de guerra “Agora que estamos juntas, agora que sim, nos veem, abaixo o patriarcado, que vai cair, que vai cair”.
Leia mais (03/08/2019 – 18h23)