Bolsonaro escolheu procurador que se curvou à sua agenda

Na disputa pela cadeira de procurador-geral da República, venceu aquele que se curvou mais a Jair Bolsonaro. O cargo deveria ser marcado pela independência, mas Augusto Aras ficou com o posto depois de ter dado sinais claros de submissão à agenda do presidente.
Leia mais (09/05/2019 – 20h00)